terça-feira, 17 de setembro de 2019

Dia Europeu das Línguas - 26 de setembro




Mais Magalhães Mais Mundo

O Pavilhão do Conhecimento, em colaboração com a Estrutura de Missão para as comemorações da Circum-navegação, organiza, no próximo dia 20 de setembro, no Parque das Nações, Lisboa, a atividade Mais Magalhães Mais Mundo.
Na data em que se assinalam 500 anos da partida de Fernão de Magalhães para a primeira circum-navegação do globo, o Pavilhão do Conhecimento dedica um dia de programação à exploração e aos novos desafios para a Humanidade e para o Oceano. Neste dia, instituições que produzem conhecimento sobre o mar mostram aos visitantes o que mudou no oceano nas últimas centenas de anos.
Será um dia repleto de desafios e atividades práticas sobre o oceano, juntando jovens, cientistas e especialistas à mesa para discutirem as próximas grandes explorações e inovações marinhas – desde as alterações climáticas à biodiversidade e à alimentação sustentável.

O evento é de entrada livre.

Consulte o Programa.

segunda-feira, 11 de março de 2019

Concurso Literário "João Grave" - 2019

Concurso Literário “João Grave”
2019

Normas de participação

Secção I
Introdução
A Câmara Municipal de Vagos, enquanto promotora da Cultura Vaguense e parceira da Comunidade Educativa do Concelho, e a Rede de Bibliotecas de Vagos pretendem desenvolver um papel ativo, na promoção pela escrita. O presente regulamento define as normas que regem o Concurso Literário João Grave.
Secção II
Disposições Gerais
Subsecção I
Objeto
É objeto do presente concurso incentivar a criação e divulgação literária em língua portuguesa, de e para a população escolar do Concelho de Vagos.
Subsecção II
Objetivos
O presente concurso tem como objetivos:
• Desenvolver e consolidar competências de utilização eficaz da palavra escrita;
• Incentivar a criatividade;
• Estimular o envolvimento, efetivo, da população escolar;
• Desenvolver e consolidar competências em diferentes vertentes literárias;
• Valorizar e promover as diferentes formas de expressão escrita no Concelho de Vagos.


Subsecção III
Entidade Organizadora
Promovem o presente concurso a Câmara Municipal de Vagos e a Rede de Bibliotecas de Vagos.
Subsecção IV
Destinatários
1. O presente concurso destina-se a toda a população escolar do Concelho de Vagos, sendo, a mesma, distribuída pelas seguintes categorias:
1. Categoria A – Alunos da educação pré-escolar do Concelho de Vagos;
2. Categoria B – Alunos do 1.º ciclo do ensino básico do Concelho de Vagos;
3. Categoria C – Alunos do 2.º ciclo do ensino básico do Concelho de Vagos;
4. Categoria D – Alunos do 3.º ciclo do ensino básico do Concelho de Vagos;
5. Categoria E – Alunos do ensino secundário do Concelho de Vagos;
6. Categoria F - Alunos com Currículo Específico Individual (CEI) do Concelho de Vagos.
2. Os participantes assumem o compromisso de conhecer e acatar todas as disposições do presente regulamento.
Subsecção V
 Modalidades: prosa e poesia.
Prémios, diplomas e certificados
1. Os prémios a atribuir no Concurso Literário João Grave para cada categoria são os seguintes:
1.1 Categoria A – um prémio patrocinado pela Câmara Municipal de Vagos, para o Jardim-de-infância vencedor, no valor de 150€;
1.2 Categoria B – ao vencedor, um prémio patrocinado pela Caixa de Crédito Agrícola de Vagos, no valor de 100€; à escola do vencedor, um prémio patrocinado pela Câmara Municipal de Vagos, no valor de 100€;
1.3 Categoria C – ao vencedor, um prémio patrocinado pela Caixa de Crédito Agrícola de Vagos, no valor de 100€; à escola do vencedor, um prémio patrocinado pela Câmara Municipal de Vagos, no valor de 100€;
1.4 Categoria D – ao vencedor, um prémio patrocinado pela Caixa de Crédito Agrícola de Vagos, no valor de 100€; à escola do vencedor, um prémio patrocinado pela Câmara Municipal de Vagos, no valor de 100€;
1.5 Categoria E – ao vencedor, um prémio patrocinado pela Caixa de Crédito Agrícola de Vagos, no valor de 100€; à escola do vencedor, um prémio patrocinado pela Câmara Municipal de Vagos, no valor de 100€;
1.6 Categoria F - ao vencedor, um prémio patrocinado pela Caixa de Crédito Agrícola de Vagos, no valor de 100€; à escola do vencedor, um prémio patrocinado pela Câmara Municipal de Vagos, no valor de 100€.
2. Os alunos, residentes em Vagos, que frequentem escolas fora do concelho serão integrados na categoria correspondente ao seu nível de ensino, ficando desde já determinado que não será atribuído prémio à escola que frequentam.
3. A divulgação dos vencedores e a cerimónia de entrega dos prémios ocorrerá durante o mês de maio, em dia a definir, e será publicado no portal da Rede de Bibliotecas de Vagos (rbv.cm-vagos.pt), assim como, na página da Câmara Municipal de Vagos (www.cm-vagos.pt).
4. Todos os premiados serão notificados, por escrito, nos três dias úteis imediatamente antecedentes à cerimónia de entrega dos prémios.
5. Caso o Júri o entenda, poderão ser atribuídas menções honrosas em cada categoria do presente concurso.
6. Aos premiados será distribuído um diploma e a todos os concorrentes um certificado de participação.
7. Os prémios patrocinados pela Caixa de Crédito Agrícola de Vagos, a título individual, correspondem a um Tablet no valor aproximado de 100€ cada um.
8. Os prémios patrocinados pela Câmara Municipal de Vagos, a atribuir à escola do vencedor, destinam-se a aquisição de livros para as respetivas bibliotecas escolares.

Secção III
Disposições Específicas
Subsecção I
Entrega dos trabalhos
1. Os trabalhos a concurso deverão ser entregues, em mão ou via correio, até ao dia 30 de abril:
a) Em mão, na Biblioteca Municipal de Vagos, durante o horário de expediente: segunda a sexta-feira, entre as 10:00 e as 16:00 horas;
b) Via correio, através de carta registada, com aviso de receção, dirigida a:
Concurso “João Grave”
Biblioteca Municipal de Vagos
Av. Dr. Lúcio Vidal 46,
3840-401 Vagos
2. Os trabalhos a concurso deverão ser entregues ou enviados em envelope fechado, contendo no seu exterior, apenas, a inscrição do pseudónimo no espaço destinado ao remetente (ver Subsecção III).
3. Não serão aceites trabalhos cuja data de receção seja posterior à data limite para a entrega dos mesmos.
Subsecção II
Receção dos Trabalhos
1. Os trabalhos entregues em mão na Biblioteca Municipal João Grave - Vagos serão numerados por ordem de chegada, na frente do concorrente.
2. As propostas remetidas por correio, registadas com aviso de receção, serão numeradas com o número de entrada de correspondência respetivo.
Subsecção III
Tema e Condições de Participação
1. Os trabalhos apresentados deverão estar subordinados ao tema: “ Histórias da minha rua”
2. Para cada categoria serão aceites trabalhos nas seguintes condições:
2.1 Categoria A – Podem participar todos os Jardins-de-infância do Concelho de Vagos, devendo a sua participação ser efetuada em grupo (nas modalidades – pequeno grupo ou grande grupo). O (s) texto (s) deverão ser produzidos pelas crianças, sendo transcritos pelo(a) Educador(a).
2.2 Categoria B – Podem participar todos os alunos do 1.º ciclo do ensino básico do Concelho de Vagos, de forma individual.
2.3 Categoria C – Podem participar todos os alunos do 2.º ciclo do ensino básico do Concelho de Vagos, de forma individual.
2.4 Categoria D – Podem participar todos os alunos do 3.º ciclo do ensino básico, do Concelho de Vagos, de forma individual.
2.5 Categoria E – Podem participar todos os alunos do ensino secundário ou profissional do Concelho de Vagos, de forma individual.
2.6 Categoria F – podem participar todos os alunos com Currículo Específico Individual (CEI) do Concelho de Vagos, de forma individual.
b) Os trabalhos dos alunos CEI podem também ser escritos com recurso a um Sistema de Comunicação Alternativo e Aumentativo.
c) Os textos produzidos pelos alunos CEI podem ser elaborados através do dispositivo didático "Ditado ao Adulto".
3. Para os trabalhos escritos, o texto deverá ter até 10 páginas A4 (incluindo ilustrações), com um espaçamento de 1,5 linhas, com tipo de letra “Arial”, tamanho 12, espaçamento "normal". Os trabalhos deverão ser entregues num envelope fechado, identificado no exterior apenas com o pseudónimo. O texto original deve ser enviado, num ficheiro de formato Microsoft Word (.doc / .docx) Rich Text Format (.rtf) ou PDF, para o correio eletrónico do concurso: concursojoaograve@gmail.com

4. Entrega de trabalhos: os trabalhos devem vir acompanhados por um envelope fechado, contendo no exterior apenas o pseudónimo e no interior a identificação do autor, com os seguintes dados:
a) Nome;
b) Data de Nascimento;
c) Número de Telefone;
d) Correio eletrónico;
e) Morada;
f) Nome da Escola;
g) Ano de Escolaridade;
h) Turma
5. Os dados de identificação indicados no ponto anterior são obrigatórios, sendo que a sua omissão resultará na exclusão do concurso.
6. No exterior de todos os envelopes deverá constar o pseudónimo com que se assinou o texto e a categoria em que concorre.
7. No trabalho não deverá constar nenhum elemento identificativo do autor, à exceção do pseudónimo, sob pena de exclusão do concurso.
Subsecção IV
Do Júri
1. Composição do Júri: Um representante da comunidade local  (Escritor (a) ); Um representante da Câmara Municipal; Um representante da Caixa de Credito Agrícola de Vagos; Os Professores bibliotecários da Rede de Bibliotecas de Vagos.
2. Caberá ao Júri decidir sobre todos os casos omissos no presente Regulamento.
3. Das decisões do Júri não haverá recurso.
4. O Júri reserva-se o direito de não atribuir qualquer prémio, caso os trabalhos não apresentem, na sua opinião, a qualidade necessária.
5. Os membros do Júri não terão acesso aos dados pessoais dos autores, cabendo ao secretariado do concurso a preservação do sigilo durante o processo de seleção dos textos.
Subsecção V
Apreciação dos Textos
Os trabalhos apresentados a concurso serão avaliados, pelo Júri, quanto aos seguintes critérios de apreciação:
• Adequação ao tema proposto;
• Originalidade;
• Criatividade;
• Organização/composição.
Secção IV
Direitos Intelectuais e de Utilização
Subsecção I
Direitos de Autor
1. Só serão aceites trabalhos inéditos.
2. O plágio, cópia ou uso indevido de obras conhecidas será punido com a desqualificação do trabalho a concurso.
Subsecção II
Direitos de Utilização
Todos os trabalhos admitidos a Concurso poderão ser utilizados, de forma gratuita, pela Câmara Municipal de Vagos em todas e quaisquer atividades futuras, encarregando-se esta de identificar os respetivos autores.


domingo, 22 de abril de 2018

Biblioteca digital 2018


A integração das bibliotecas do Agrupamento, desde cedo, na Rede de Bibliotecas Escolares revela-se hoje um esforço frutífero, porquanto a RBE sempre foi um organismo muito empenhado na evolução da qualidade dos serviços das suas bibliotecas e exigente com o trabalho e serviços disponibilizados aos seus utilizadores.
No entanto, no atual contexto, importa continuar a investir neste serviço educativo para que ele acompanhe e constitua uma mais valia para a escola do século XXI. A RBE assume esse compromisso de inovação num caminho de crescimento e consolidação, que implica a reorientação dos esforços dos diferentes agentes no terreno, para uma decisiva tomada de consciência: é crucial que as bibliotecas definam estratégias concretas de modelação do seu trabalho aos interesses e necessidades reais dos utilizadores.
     Para a direção do Agrupamento, a aposta nas bibliotecas foi estratégica e diferenciadora relativamente a outras instituições próximas, permitindo criar estruturas e serviços de qualidade. E foi, por isso, possível que a BE da EB pudesse, este ano, candidatar-se ao programa RBE -  BIBLIOTECA DIGITAL, pois um dos veículos imprescindíveis para a renovação da biblioteca é composto pelas chamadas ferramentas digitais que encontram na BE o espaço ideal para que a sua difusão não ocorra ao arrepio dos conteúdos, dos contextos de leitura e aprendizagem que a autorizam.
      A BE concorreu com o projeto “DIGIBIB (Mais tecnologia é mais biblioteca escolar)”, tendo sido contemplada com uma verba de 3000€ (o máximo era 4000€). Esta verba e a comparticipação do Agrupamento vão permitir a aquisição de um conjunto de portáteis, por forma a viabilizar o desenvolvimento de trabalho de formação e de produção com um grupo correspondente a uma turma.
         O projeto consiste numa estreita e coordenada articulação com as áreas disciplinares e multidisciplinares, constituindo-se a BE como centro de instrumentos e meios de suporte ao desenvolvimento da metodologia de trabalho de projeto e de pesquisa, em todas as suas fases e apoiando os professores no desenvolvimento das competências literácicas e digitais dos alunos, necessárias, a curto prazo, à realização dos trabalhos e, a longo prazo, à aprendizagem ao longo da vida. Assim, pretende-se:

  1. Melhorar a autonomia dos alunos no processo de aprendizagem, através do desenvolvimento do domínio de ferramentas digitais;
  2. Instituír a BE como plataforma de apoio ao ensino e utilização das novas tecnologias e à melhoria das literacias digitais dos alunos ;
  3. Constituir a biblioteca escolar como pólo indutor de práticas pedagógicas colaborativas e  inovadoras ;


Abril, 2018
Teresa Casal das Neves

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018


Media@ção 2018 - um concurso muito giro!
                      convence o teu professor e....



Regulamento e outras informações aqui

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Concurso Nacional de Leitura - 1ª Fase



  • Data limite de inscrições: 31 de janeiro, na Biblioteca Escolar;
  • Data de realização da prova de seleção: 19 de feveiro às 9.30H.
  • Estrutura da prova: até 10 itens de escolha múltipla; um dos itens poderá ser sobre o autor. 

Regulamento cnl 2017 2018 from biblioteca123

Obras selecionadas:

1ª Ciclo / 4º ano  "O Rouxinol" de Hans Cristian Andersen:






2º Ciclo: "A árvore" de Sophia de Mello Breyner Andresen (vários exemplares para requisição na BE)